© 2023 por "Portal Eugrnopolis". Orgulhosamente criado por Adilson M.

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon
  • Instagram Social Icon

PMS PRENDE ADMINISTRADOR E PARTICIPANTES DE GRUPO DE WHATSAPP QUE AVISAVA LOCAIS DE BLITZ DE TRÂNSITO.

 

Nesta terça-feira (02) a PM de Carangola realizava uma blitz de trânsito na Avenida Capitão Antônio Carlos de Souza, quando os policiais tomaram conhecimento de que um grupo do aplicativo WhatsApp com a nomenclatura “Informações Carangola” estaria compartilhando informações sobre a referida operação policial, no intuito de alertar possíveis infratores de trânsito e/ou criminais da localização da blitz. Os policiais militares lograram êxito em entrar no grupo e identificar dois autores, uma mulher de 28 anos e um rapaz de 23, os quais estavam repassando informações sobre a operação policial. Após serem identificados, os autores se deslocaram até a sede da 75ª Cia PM para esclarecimentos, tendo confessado ter repassado informações da localização da blitz para alertar possíveis infratores. Os policiais identificaram e fizeram contato também com o administrador/criador do grupo de WhatsApp, o qual tem 27 anos, e confirmou ser o criador do grupo, afirmando que o mesmo possuía cerca de 222 participantes, tendo o registro do número de todos eles, inclusive o registro do número dos participantes que saíram do grupo quando ficarem sabendo da ação policial. Os policiais fizeram vários prints para anexarem à ocorrência policial. Dianto dos fatos, os três autores foram presos em flagrante delito pelo crime de atentado contra a segurança de serviço de utilidade pública, sendo seu celulares apreendidos e encaminhados ao delegado de polícia para as providências cabíveis. Vale salientar que o ato de avisar sobre blitz ou outras operações policiais, pode ser considerado como crime, com base no art. 265 do Código Penal Brasileiro, que estabelece o crime de “Atentado contra a segurança de serviço de utilidade pública”, tendo como pena a prisão de 1 a 5 anos, além de multa. A PM de Carangola informou à reportagem do Carangola Notícias que segue monitorando outros grupos  de WhatsApp de Carangola e de cidades da região, que tem este intuito de avisar infratores sobre blitz de trânsito, sendo que TODAS as providências legais serão tomadas contra todos aqueles que cometerem atos que atentem contra a segurança de serviço de utilidade pública em grupos de WhatsApp. Nota do site: Parabenizamos à PM por esta ação rápida, eficaz e coerente, combatendo ações de cidadãos que insistem em atrapalhar o serviço policial. Você já parou para pensar que o ato de comunicar sobre operações policiais pode estar alertando um infrator, ladrão de veículos, assaltante, traficante de drogas, sequestrador entre outros infratores que poderiam ser presos ao passarem na blitz? Aquele que trabalha contra o serviço policial, trabalha em favor do bandido!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Por Trás do Blog
Leitura Recomendada
Não deixe de compartilhar com seus amigos nas redes sociais e também deixe um comentário aqui em nosso site com sua opinião e sugestões para outras postagens.
Siga "PORTAL EUGENÓPOLIS"
  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social
  • Facebook Basic Black
TRABALHE CONOSCO
(32) 9 99641404
WWW.UPCLOUD.INFO